Arquivo do mês: maio 2015

Mudança climática está na cabeça dos brasileiros, que cobram mais ação do governo

Do BrasilPost:

Para a grande maioria dos brasileiros (95%), as mudanças climáticas são reais e seus impactos já estão sendo sentidos, como na crise de água e de energia. Quantidade igualmente significativa (85%) acredita que o poder público não faz nada ou faz muito pouco para enfrentar o problema. Estes são alguns dos resultados surpreendentes de uma pesquisa de opinião feita pelo Datafolha à pedido do Observatório do Clima e do Greenpeace Brasil.

Os entrevistados também vislumbram formas de resolver o problema. Entre as soluções apontadas estão a redução do desmatamento, melhorias no transporte coletivo e investimentos em energias renováveis. Mais de 80% dos brasileiros acham que essas ações inclusive trarão benefícios para a economia do país.

Leia texto completo.

Meta de 2°C para conter o aquecimento global já era

Da Folha de São Paulo:

A meta de conter o aquecimento global a um acréscimo menor que 2°C –o limite que se convencionou chamar de “perigoso”– já está saindo do escopo de esperança dos cientistas. Esse processo de desilusão lento e doloroso, que dura no mínimo desde 2009, começa a tomar uma forma mais nítida agora, com a aproximação da cúpula do clima de Paris, a ser realizada em dezembro deste ano.

Um dos elementos que levam a essa constatação era algo que todos já esperavam: as promessas que os governos nacionais levarão ao ao encontro são insuficientes para colocar o planeta numa trajetória que desacelere suficientemente a temperatura antes de os 2°C se tornarem inevitáveis.

Leia artigo do Rafael Garcia completo.

Como a Petrobras sobreviveria numa economia de baixo carbono?

Da Época

É importante que os acionistas da Petrobras, e todos os brasileiros, que de uma forma ou outra apostaram na empresa, estejam protegidos contra os efeitos comerciais de uma transição energética. E isso só será possível se a gestão da empresa abordar o impacto das políticas de combate às mudanças climáticas e tomar medidas para mitigá-los.

Leia texto completo aqui.

Chega de apagão: superbateria pode impulsionar geração solar doméstica

Do Observatório do Clima:

Ter em casa baterias que armazenam energia solar para você usá-la mesmo à noite não é mais um cenário futurista. Na semana passada, a americana Tesla Motors, que fabrica carros elétricos, mexeu com o mercado ao anunciar um produto barato, para uso doméstico, que pode ser usado para armazenar energia a partir de painéis solares ou servir de reserva de durante apagões. A Tesla também anunciou que vai produzir baterias maiores para as empresas e serviços de distribuição de energia.

Leia aqui a notícia completa